CompareComparing...

Enquanto Street Fighter IV não vem, jogue Bible Fight

Now Reading
Enquanto Street Fighter IV não vem, jogue Bible Fight

cabeca_games.jpg205010biblefight_728.jpgbiblefightlogo1.jpg

Promova o seu armagedon! Você quer ver Jesus, Noé, Satã, Moisés, Eva e Maria lutando pelo futuro bom (ou ruim) da Terra?
Jogue Bible Fight! O jogo é como Street Fighter, Mortal Kombat e The King of Fighters, mas no universo bíblico.Jesus Cristo tem poderes especiais como fazer a multiplicação dos peixes ou atacar o adversário com uma cruz. Ou então você pode usar a Eva, contando com o apoio do Adão nos golpes dela.

biblefighttournament.jpg

Modo Tournament (foto: reprodução)
biblefightgjsvsmoi.jpg
Modo Tournament: Jesus Vs. Moisés (foto: reprodução)
biblefightgolpesjesus.jpg
Comandos de Jesus: jogabilidade ruim (foto: reprodução)
biblefightarcade.jpg
Modo Arcade (foto: reprodução)
biblefightjessat.jpg
No inferno: Jesus contra Satan (foto:reprodução)
biblefightmoiseswin.jpg
Jesus contra Moisés no Mar Vermelho (foto:reprodução)

Você pode até lutar na Arca de Noé, claro enfrentando o dono da árca.
Além disso, você pode lugar no Jardim do Éden, passando pelo Inferno e no Céu.
O game é bem desenhado, mas o único ponto negativo é que a jogabilidade não ajuda muito, apesar de simples, é dificil fazer os golpes.
Tudo isso e muito mais você pode conferir no site Adult Swim ou então acesse o jogo por aqui.

Para jogar o game você precisa ter Flash no seu computador.

What's your reaction?
Love It
0%
Like It
0%
Want It
0%
Had It
0%
Hated It
0%
About The Author
Cido Coelho
16 Comments
Leave a response
  • 16 de março de 2008 at 21:45

    Que heresia…

    Vamos queimar no inferno

  • 16 de março de 2008 at 21:53

    o pior é que só jesus perde nas fotos que você postou…

  • 16 de março de 2008 at 23:18

    Esse jogo é realmente uma brincadeira que pode ser de mau gosto para muitos. Bem, eu já não vejo “problemas”, mas acho que pega um pouco pesado colcoar “Jesus” em um jogo de luta. Que colcassem algo genérico…mas enfim, humor negro tem seus (muitos) fãs…

    Abraços!

  • 16 de março de 2008 at 23:33

    O jogo só pode ter sido feito por um ateu!

  • 16 de março de 2008 at 23:55

    Os caras pegaram pesado!

    O mais estranho que Jogos assim não são considerados “Polêmicos”. Agora jogos por exemplo sobre o Holocausto é o fim do mundo.

    Afinal, Jesus não é Judeu?

    Perdoai-vos, eles não sabem o que fazem…Assim dissem o homem.

  • 17 de março de 2008 at 04:34

    Porra, soh eu achei isso legal pra caralho? EAIuheaiubea.

    Bom, como tem MILHOES de pessoas que dizem ser tementes a deus e depois estupram criancas, roubam e matam por futilidades, acho que este jogo nao tem problema algum. Existem muitas outras coisas urgentes a serem discutidas alem de um mero amontoado de pixels e comandos.

    Por mim poderiam ate colocar o Jesus do South Park e o Inri Cristo como personagens secretos.

  • 17 de março de 2008 at 11:43

    É.

    Colocar Jesus em luta contra o Capeta e o capeta ganhar, é embaçado não acham?

    Eu achei estranho…

  • 17 de março de 2008 at 15:01

    Não Rodrigo, não foi só você! Eu achei esse jogo foda também! Criatividade 10 além de muito bem feito.

    Gente, isso é um jogo de luta! Qualquer lutador pode ganhar!!

    Se o Capeta Wins, azar de quem jogou com JC!! Aprende a jogar e derrota o Tinhoso!! O importante é jogar : )

  • Emerson
    29 de abril de 2008 at 18:13

    O problema é que nesse tipo de Jogo cada boneco tem pontos fortes e fracos. Ganha que conseguir usar os pontos fortes melhor que o outro. Logo uma mensagem (implícita) que se passa nesse jogo é que Jesus pode perder pra qualquer um. Repito, IMPLÍCITA.

    Além disso, nesse jogo entregamos nas nossas falhas mãos, a onipotência de Jesus; ou seja, limitamos a onipotência de Jesus à nossa impotência de vencer o adversário muitas vezes.

    Isso traz um conceito implícito da derrota do pior. Imagine que você quer sempre jogar com Jesus, mas sempre perde, isso fica reforçando o conceito de fraqueza de Jesus. Pra verificar isso é simples, bota a cara de qualquer um nesse boneco e dá pra uma pessoa com capicidade de influenciar amigos, e vê se em pouco tempo você num vai ser visto como o fracote.

    Particularmente não gostei da idéia.

  • 29 de abril de 2008 at 19:32

    Bom, aí discordo…

    Depois que li os comentários que se seguem, pensei…

    É só um jogo.

    Não sou um cara religioso. Nunca fui.
    Não sou ateu de forma alguma, apenas não carrego nome de instituições.

    Não creio que pelo fato de Maria, Jesus ou seja lá qual for o personagem Bíblico que perder, signifique que esse personagem seja ruim ou fraco. Ruim é o jogador.

    E mais, nem é o próprio messias que está lutando…
    ainda bem…

  • Emerson
    30 de abril de 2008 at 17:39

    Quem dera que todo mundo pensasse e agisse só assim, Gustavo. Um jogo por um jogo, não tem problema. O problema que falo é da mensagem que fica entre-linhas, implícita, desse jogo.

    Muito podem dizer que só vêm um jogo, mas poucos sabem dos efeitos que um jogo tem nas pessoas. Assim como a televisão, um jogo que tem um poder grande de envolvimento do participante. Assim como a música, o jogo passa sentimentos e idéias.

    Há quem pense que isso é puramente questão de acreditar ou não, mas não é tão simples assim. É tanto que tem gente que estuda os efeitos dos jogos de computador na gente (tanto em crianças como em adultos).

    Todos são suscetíveis aos efeitos da TV, música e jogos. Absolutamente todos. Se não formos atentos absorvemos muita coisa: tanto boas, como ruins.

  • 27 de junho de 2008 at 17:21

    sou o maximo em super smash flash

  • Rafael
    21 de outubro de 2008 at 18:40

    Revivendo os comentários!

    Pra ser sincero, eu não me incomodo de jogá-lo porque não levo a sério isso. Mas este sou eu, existem pessoas que chegam a tal ponto de “criar” algo assim. Não tenho essa “coragem” de mexer com a parte religiosa. Sou católico e tenho muita fé em Deus, mas nem por isso, fico me doendo ou com medo de ver sua imagem de alguma maneira em algum lugar. Pra mim Deus é Deus. Jesus é Jesus. Se alguem colocou ele em um jogo de luta, de tiros, de mortes, enfim… eu não vou me intimidar e vou testar o jogo, ignorarando a parte religiosa. Porque eu quero tenho a visão do jogo, o que ele representa.

    É forçado? Sim… eu pelo menos acho!
    Mas não vejo problemas em jogar desde que você tenha o seu próprio conceito religioso e respeite sua fé.

  • Emerson
    15 de janeiro de 2009 at 15:57

    Quem dera que todo mundo pensasse e agisse só assim.

You must log in to post a comment