Capa >> Games >> [Recordar é Jogar] Megaman X
Seja +1 e curta o NoReset no Google Plus!

[Recordar é Jogar] Megaman X

Capa chocante, não é?!

Olá pessoas. Estranharam a volta repentina desta seção, não é? Pois então, havia me esquecido totalmente de pegar jogos antigos para jogar novamente, até gravar um Gametrack recentemente e reavivar o espírito retro que estava forte em mim. E o jogo que retorno para vocês foi o titulo que o Egoraptor destrinchou brilhantemente em um de seus vídeos: Megaman X. Já sabem amigos, Recordar é Jogar.

 

"This game 's awesome..."

O danado azul (vulgo Megaman) tinha que migrar para a geração 16 bits de maneira grandiosa, e mostrando o que tinha a oferecer para o Super Nintendo. Por isso a escolha de um spin-off, a fim de trabalhar outros aspectos de melhor forma. A plot da série X é que (TEXTO LONGO) o Dr. Thomas Light (sim, o barbudão lá da série normal) criou X, porem temia que a humanidade não estivesse pronta para ele ainda, em vista da sua capacidade de tomar decisões por conta própria. E após ser selado pelo próprio Light, para que a humanidade se desenvolvesse a fim de estar preparada para o X, Dr. Cain o encontra após um período. Fascinado pelo design de X, ele cria cópias da criação do Dr. Light, nomeadas Reploids.  Contudo alguns destes reploids apresentam defeitos (provavelmente oriundo de vírus), se tornando reploids defeituosoS, ou Mavericks. Com isso, para fins de deter estes Mavericks, foi criado os Maverick Hunters, com Sigma na liderança, tido como o Reploid mais forte já criado. Só que “shit happens everytime”, e Sigma acaba sendo infectado e vira também um Maverick, liderando os outros Mavericks também. Eis o ponto para que comece o jogo, sob o comando de X, que resolve acabar com isso de uma vez por todas (ou por alguns jogos a mais).

Choose your destiny (obviamente o penguim =D)

Pulando para o jogo em si e vendo opiniões diferentes sobre o início, você é apresentado a uma fase introdutória, que serve bem para te incluir nesse mundo, pois alem do protagonista ser apresentado, tudo o que ele pode fazer, como pular, atirar, escalar paredes e energizar o tiro são apresentadas no primeiro estágio. Aliás o lance de pressionar um botão para energizar o tiro ficou enraizado em mim de tal maneira que nessa geração era comum eu segurar o botão Y para acelerar, de maneira natural. Tudo é bem apresentado, não há a necessidade de pop-ups agressivos para dizer “faça X para Y acontecer” ou coisas do gênero.

"HOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMEM PÁSSARO!!!"

Sem contar que ao longo da exploração pelos 8 estágios após o intro stage, você encontra mais 4 capsulas de melhorias para o X, e uma delas tem A MELHOR MELHORIA QUE A SÉRIE X PODERIA TER RECEBIDO, que é  o Dash.O Dash se executa apertando o botão A ou apertando duas vezes o direcional para frente, fazendo com que X se mova mais rapidamente. Essa adição foi tão bem recebida que no começo do Megaman X2, ela é nativa no protagonista desde o começo do jogo. Ponto para a Capcom.

"X, tenho algo para você. Só 100 mangos!"

Vendo na Wikia do Megaman (link abaixo, nas referencias), vi que um monte de pessoas trabalhou na trilha do jogo, e isso pode ser visto em todas as musicas. Pois alem delas representarem bem cada estágio, elas são discrepantes, sendo facilmente diferenciadas ao serem ouvidas. E já que estou aqui, vamos falar das musicas que se destacaram mais, assim como faço na série “Início da Fantasia”, que ainda não morreu, só deixando claro.

Vamos lá:

Intro Stage: Cito ela por ela ser uma musica formidável e carregar a função de apresentar ao jogador todas as mecânicas do spin-off. Alem de eu ter tirado ela no violão há tempos atrás.  Tipo de musica com vários vídeos de guitarra no Youtube, podem conferir.

Boomer Kuwanger: A intro da musica já me ganha o dia, tanto é que ela se estende pelo resto da musica, no background. Junto de uma espécie de baixo simples e constante, que dá outr toque interessante nela.

Spark Mandrill: AFIRMATIVAMENTE a musica mais lembrada pelos jogadores. A guitarra sintetizata que está presente em toda a musica dita o ritmo frenético, e isso para uma fase com eletricidade caiu como uma luva. Isso cai no esquema de que “todas as musicas refletem bem o estágio”. A “Storm Eagle” se encaixa também no quesito “guitarra que combina com o estágio”. Outra musica formidável, a propósito.

Sigma Fortress 1: Apesar da “Launch Octopus” ter um baixo excelente de introdução, prefiro o baixo dessa musica, que ao meu ver é melhor trabalhado e ganha um destaque maior. E pelo fato de ser a musica onde o Zero se sacrifica pelo X também dá uma marca a mais.

Ending: Engraçado que essa musica não é lá das melhores, mas ela dá a sensação que todo final deveria causar: missão cumprida. E realmente após todas as batalhas, esse é nosso sentimento.

Mesmo que o jogo seja do começo da década de 90, afirmo que tanto a jogabilidade quanto as partes técnicas estão impecáveis, podendo gerar minutos de diversão facilmente. Sem contar que bateu aquela nostalgia, quando eu tinha que locar a fita até eu mesmo comprar a minha. Enfim, espero que tenha batido aquela vontade de jogar Megaman X (Rockman X no original japonês), seja qual for a maneira.

"Zero, já que tu vai morrer...me dá seu boné?!"

 

Fonte: Megaman Wiki.

 

Curta o NoReset no Facebook!

Sobre Wesley Pires

Goiano com orgulho, nascido em 1988, pronto para mais. Comecei na geração 16 bits, porem minha vivência com jogos me fez admirar a geração 8 bits, me fazendo descobrir o quão bom são os chiptunes. Adoro vários estilos, mas não abro mão dos jogos onde podemos nos divertir juntos dos amigos, como os clássicos do Super Nintendo, e também não abro mão de um bom RPG, e nem de algum jogo da série Final Fantasy. Atualmente sou um amante inveterado de Game Music, e será comum em meus posts ver menções musicais, alem de gifs totalmente nonsense. Eu falei que sou responsável pelas tirinhas do site?! E-mail: wesley@noreset.net

Aproveite e leia também >>

2014-10-10 15.52.36-1

[Análise] Brasil Game Show cresceu e precisa de ajustes

A Brasil Game Show 2014 acabou. Desde que a feira começou a ser organizada em ...

%d blogueiros gostam disto: