Capa >> Análise e opinião >> A Delicia do Cave Story+
Seja +1 e curta o NoReset no Google Plus!
url

A Delicia do Cave Story+

Olá pessoas. Faz um bom tempo que nada é escrito por mim aqui no Noreset, então é hora de tirar o atraso…em matéria de textos.

Em um episódio do Bit Studio, o podcast do conglomerado Violão de 8 Bits eu fui indagado do porquê não ter jogado Cave Story, tanto pelo fato da sua formidabilidade quanto por ser um jogo gratuito. Por obra do destino (e um ótimo presente de aniversário da melhor pessoa desse mundo) pude botar as mãos na versão do Steam do jogo, Cave Story+. E já digo de antemão: que jogo divertido e desafiador.

Não se engane. São inimigos as bolinhas brancas
Não se engane. São inimigos as bolinhas brancas

Antes uma rápida explicaçãozinha da história. Você comanda um robozinho de boné mais fofo do que vocês todos que de repente cai em um vilarejo cheio de uma raça de coelho/alguma coisa conhecido como Mimigas, e no vilarejo você descobre que muitos dos acontecimentos ao redor está ligado a uma misteriosa figura conhecida apenas como “The Doctor” e seus capangas. A história é bem linear, e o que me impressionou é que mesmo com os gráficos simples, não é uma história boba que evita mostrar situações fortes, como morte e afins, provando que gráfico “fofinho” não é sinônimo de história bonitinha sempre (Hora da Aventura que o diga). Aliás, eu demorei a sacar que o protagonista era um robô de primeira, e eu também demorei a achar o Balrog ameaçador dado o seu design…até ele me matar algumas vezes depois.

“eheheh, vou te matar cara…”

Tirando os momentos de nostalgia nos emuladores da vida, eu sentia falta de um jogo de plataforma com comando mais simples como andar, atirar e pular. Apesar de Cave Story+ ter isso, o desafio começa na descoberta das mecânicas e do ambiente em que você está imerso. Suas armas devem SEMPRE receber upgrades vindos da experiência que os inimigos deixam, e quando falo SEMPRE eu friso por conta de que cada vez que o personagem (o nome dele é Quote, a propósito) recebe um dano, parte do XP ganho na arma é perdida. Chato não é?! E, além disso, há as dificuldades normais da fase, como a disposição e quantidade de inimigos, os famosos “Espinhos da Morte” que te mandam para o inferno em um cafuné só, e tudo isso apenas dependendo dos Save Points, sem checkpoint nem coisa do tipo. Isso me fez passar momentos de quase desistir do jogo, por estar morrendo muitas vezes e refazendo o mesmo trajeto algumas vezes. Porem no frigir dos ovos eu gostei, pois relembrei daquela dificuldade nostálgica nos clássicos do NES e SNES, seguida da satisfação do desafio sendo vencido, e isso é positivo para o jogo. Mas não é nenhum Dark Souls em matéria de dificuldade, pessoas.

 

"GATO! DO MAL" PEGA NO MEU...!!!"
“GATO! DO MAL! PEGA NO MEU…!!!”

Falando nos joguinhos da infância, o visual e trilha sonora retrô deram seu charme e me conquistaram bastante. Mesmo sendo gráficos relativamente simples, tanto na parte de jogatina quanto na parte textual onde os personagens interagem uns com os outros é fácil de ser compreendida, até mesmo nos momentos mais dramáticos, que inclusive são bem tristes MESMO. No frigir dos ovos, eu terminei o jogo com o final normal, e como há pouco tempo que eu descobri que há um TRUE ENDING, logo com mais tempo eu retomo a jogatina. E recomendo vocês a fazerem o mesmo, no Steam a média de preço é 20 dilmas, mas fiquem atentos às “promocetas” bacanas do tio Gaben.

Recomendo uma visitinha básica na Wiki do jogo clicando aqui.

"Àgua....x3"
“Àgua….x3″
Curta o NoReset no Facebook!

Sobre Wesley Pires

Goiano com orgulho, nascido em 1988, pronto para mais. Comecei na geração 16 bits, porem minha vivência com jogos me fez admirar a geração 8 bits, me fazendo descobrir o quão bom são os chiptunes. Adoro vários estilos, mas não abro mão dos jogos onde podemos nos divertir juntos dos amigos, como os clássicos do Super Nintendo, e também não abro mão de um bom RPG, e nem de algum jogo da série Final Fantasy. Atualmente sou um amante inveterado de Game Music, e será comum em meus posts ver menções musicais, alem de gifs totalmente nonsense. Eu falei que sou responsável pelas tirinhas do site?! E-mail: wesley@noreset.net

Aproveite e leia também >>

roman_tankionline

Para especialista, mercado de games do Brasil e Rússia são semelhantes

Durante a Brasil Game Show, entrevistei e conversei com Roman Kungurtsev, Líder Especialista de Marketing ...

%d blogueiros gostam disto: