Capa >> Arquivos de Tag: Indústria

Arquivos de Tag: Indústria

GTA V lucra US$ 800 milhões em 24 horas de vendas

O GTA V virou um fenômeno e no primeiro dia a Rockstar recuperou o seu investimento de US$ 286 milhões. No dia do lançamento os cofres da produtora receberam US$ 800 milhões. A soma superou a arrecadação do lançamento do Call of Duty, que arrecadou US$ 500 milhões.

Newzoo: Mercado de games chega a US$ 86 bilhões em 2016

Segundo a Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games, Acigames, o mercado de games deve subir o faturamento em 20 bilhões de dólares em até três anos. É o que aponta a pesquisa global 2013 Games Market Report, divulgada por sua parceira, a Newzoo. O gráfico foi divulgado via rede social na manhã desta quinta-feira, 4.

No número global de vendas, 2012-2016, o mercado deve crescer 6,7% em todos os segmentos, saltando dos 66 bilhões de dólares para US$ 86 bilhões. O mercado que deve ter mais queda de participação são os portáteis, com -15%, -6,4% para PC/Mac e -1,7 para os jogos casuais.

Já a perspectiva de crescimento de categoria no setor estão os tablets, com alta de 47,6%, seguido por smartphones, com 18,8%, jogos MMO, com 10,4 e consoles, 3,5% de participação no mercado.

Mesmo com a queda do mercado de consoles, ainda será um segmento que puxará o faturamento da indústria com 36,7% (2012), 36,1% (2013), 34,8% (2014), 33,5% (2015), e 32,4% de participação no bolo (2016).

O mercado de Massive Multiplayer Online (MMO) também avança e segue firme na segunda colocação, onde tem um pequeno crescimento na participação das vendas no mercado. Começando 2012 com 19,8%, 2013 com 21,2%, no ano seguinte com 21,9%, chegando em 2015 com 22,5% e em 2016 pontuando 22,7% de todo o faturamento.

Os smartphones permanecerão em terceiro no nicho com um crescimento gradual, onde me 2012 a categoria tinha 10,6%, passando este ano para 12,1%, 13,6 em 2014, 15% em 2015 e em 2016 chega aos 16,2%.

Já a quarta colocação fica com os tablets que tinha a participação de 3,2% em 2012, cresce para 5,3% neste ano, salta para 7,5% em 2014, vai para 9,6 em 2015 e por fim salta para 11,6% em 2016.

A ladeira de participação dos portáteis será sem fim, com uma participação de 9,8% ano passado, neste ano vai para 7,3%, 6,1% em 2014, 5,1% em 2015 e em 2016 vai amargar 3,9% de participação e pode ser um momento de questionamento sobre a existência do mercado de portáteis. Se ainda vai valer a pena.

Com o avanço dos smartphones e tablets mais potentes ou móveis que os computadores, o PC e os Macs vão começar a descer a ladeira, começando em 9,8%, em 2012; 8,6, em 2013; 7,5, em 2014; 6,6%, em 2015; e 5,8% em 2016.

VEJA ABAIXO O GRÁFICO DIVULGADO PELA NEWZOO

20130704-094810.jpg

Sobras da THQ: Platinum Games quer Darksiders

O diretor executivo da Platinum Games, Atushi Inaba, se manifestou no Twitter que tem interesse em comprar os direitos de Darksiders.

Após o leilão da THQ, que aconteceu na semana passada, a empresa Vigil Games, que produziu a saga Darksiders, sobrou, pois ninguém fez uma oferta pelo estúdio.

Isso pode ter acontecido por dois motivos: o preço oferecido pelo estúdio ainda é muito salgado ou a oferta de compra foi muito baixa na visão dos credores da THQ.

Porém, Atushi Inaba, não fez cerimônia e mostrou o seu interesse na rede social e afirmou que compraria Darksiders da THQ se estivesse barato.

Se souber ler, veja a declaração dele no Twitter:

Reprodução/Twitter @PG_inaba
Reprodução/Twitter @PG_inaba

Não entendeu? Então leia a tradução: “Cara, a grande venda da THQ ninguém comprou. Eu adoraria comprar isso (se for barato)”. O site Polygon tentou consultar a Platinum Games sobre uma eventual compra da franquia da finada THQ, porém, ninguém se manifestou.

Mistério.

Após prejuízo, Logitech sai do mercado de videogames

Após um prejuízo operacional de 180 milhões de dólares e perdas líquidas de US$ 195 milhões, a empresa de periféricos Logitech decidiu sair do mercado de videogames. As informações são da MCV.

As vendas caíram 20% na Europa, 11% por cento na Ásia e 8% na América. Para o presidente da companhia, o CEO Bracken Darrell, foi identificada várias ‘categorias de produtos que não se ajustam com a direção estratégica’. Além disso, Darrell explica que ‘planeja descontinuar outros produtos não estratégicos como auto-falantes e periféricos de videogames em 2013’.

Controle modelo F710. Foto: Divulgação
Controle modelo F710. Foto: Divulgação

Além disso, o executivo culpa as fracas vendas no mercado global de PCs. Sendo assim, a revisão no portifólio de produtos deve deixar a Logitech mais rentável, mudando o foco para acessórios tablet com o lançamento de novos produtos.

Volante modelo G27 Racing Wheel. Empresa teve prejuízo líquido de quase US$ 200 milhões. Foto: Divulgação
Volante modelo G27 Racing Wheel. Empresa teve prejuízo líquido de quase US$ 200 milhões. Foto: Divulgação

“Estamos desenvolvendo mais produtos voltados para mobilidade, alavancando o crescimento poderoso de tablets e smartphones. Temos a intenção de manter a nossa liderança na plataforma PC e nos produtos relacionados, onde temos vantagens de distribuição, engenharia e escala. Nosso objetivo com as plataformas-PC-é maximizar a rentabilidade, investindo seletivamente em categorias de crescimento”, finaliza o CEO.

O fim da THQ: Sega, Crytek, Koch Media, Take-Two e Ubisoft levaram

Esta semana a THQ acabou. Uma carta do CEO Brian Farrell e do presidente Jason Rubin, que foi enviada na quarta-feira, 23, aos empregados da produtora, confirma a dissolução da empresa. Boa parte da THQ será vendida neste fim de semana para a Sega, Koch Media, Crytek, Take-Two Interactive e Ubisoft, que ofereceram as melhores propostas para algumas franquias e estúdios da empresa norte-americana falida.

Antes, estava previsto que a THQ seria vendida pelo fundo Clearlake Capital. Os credores não concordaram, porque perceberam que se os ativos fossem vendidos de forma separada, o lucro final seria maior e mais vantajoso do que uma venda única.

Os executivos da empresa falida avisam os atuais funcionários da THQ que uma parte conseguirá manter o emprego e que infelizmente uma outra parte vai aumentar a fila do desemprego.

Eles esperam que os estúdios vendidos tenham uma boa continuidade com os novos donos e esperam que elas sigam crescendo.

Segundo o Kotaku, os números dos leilões foram estes:

>> Volition e os direitos de Metro foram comprados pela Koch Media, que ofereceu US$ 22 milhões pelo estúdio e US$ 5,8 milhões pelos direitos da franquia. A Ubisoft tinha oferecido US$ 5,4 mi e US$ 5,175 milhões respectivamente;

>> A Evolve foi comprada pela Take-Two Interactive por US$ 10 milhões contra a pequena oferta de US$ 250 mil, que foi oferecida pela Turtle Rock e não levou;

>> Já a alemã Crytek leva os direitos de Homefront por US$ 500 mil. A nova produtora confirmou uma nova sequência para a série;

>> Pela Relic, de Company of Heroes, foi levada pela Sega, que pagou 26,6 milhões de dólares, contra a proposta da Bethesda ZeniMax, que queria pagar US$ 500 mil;

>> Por fim, a francesa Ubisoft conseguiu os direitos de South Park por US$ 3,265 milhões e conseguiu o estúdio THQ Montreal por US$ 2,5 milhões. Junto com o estúdio, foram recontratados antigos funcionários que ajudaram a fazer Assassin´s Creed.

 

infograficoleilaothq25012013

 

LEIA O COMUNICADO OFICIAL DA EMPRESA AOS EMPREGADOS:

Para todos os funcionários da THQ:

Agora nos temos as respostas que buscavam por meio da nossa reestruturação financeira e caso Capítulo 11. Embora grande parte será escrita, aqui estão os fatos de as propostas e do leilão que ocorreu.

Ontem de manhã, recebemos uma oferta concorrente para a empresa operacional, juntamente com oferta Clearlake, e inúmeras ofertas para ativos separados.

Durante um processo de leilão que durou mais de 22 horas, a conclusão final foi de que as propostas em separado de ativos poderia render mais do que um único comprador para a maioria da empresa.

Em breve, iremos, apresentar os resultados ao Tribunal de Falências dos EUA, que deve concordar com a nossa avaliação.

As vendas propostas de ativos múltiplos é como se segue:

>> Sega concordou em comprar a Relic;
>> Koch Media concordou em comprar a Volition e Metro;
>> Crytek concordou em comprar Homefront;
>> Take 2 acordou a compra da Evolve, e;
>> Ubisoft concordou em comprar (THQ) Montreal e South Park;
>> Esperamos que essas vendas para fechar esta semana.

Alguns ativos, incluindo os negócios de publicação e a Vigil, juntamente com algumas outras propriedades intelectuais não estão incluídos nos contratos de venda. Eles continuarão a fazer parte do caso Capítulo 11. Faremos todos os esforços para encontrar compradores, se possível.

O que isto significa para os funcionários

Esperamos que a maioria dos funcionários das entidades incluídas na venda seja oferecido um emprego pelos novos proprietários. No entanto, não podemos dizer o que estes proprietários têm a intenção, e provavelmente haverá algumas posições que não serão necessárias com a nova propriedade. Você deve notar esta ou no início da próxima semana, se os novos donos pretendem estender o emprego para você.

Por favor, note que os termos de seu novo emprego, incluindo salários e benefícios, podem ser diferentes das condições atuais de seu emprego com a THQ.

Se você é um funcionário de uma entidade que não está incluído na venda, lamentamos que sua posição vai acabar.

Um pequeno número de nosso pessoal da sede continuará a ser empregada pela THQ além do dia 25 de janeiro para ajudar com a transição.

A THQ tem recursos suficientes para pagar esses funcionários para o trabalho daqui para frente, e nós entraremos em contato com esses funcionários imediatamente para garantir sua permanência no emprego durante este período de transição.

Estamos oferecendo a indenização certa para pagar e minimizar a interrupção para os empregados de empresas não-incluídas como determinar os próximos passos em suas carreiras.

Nós sabemos que você terá muitas perguntas sobre esta nota. Vamos nos reunir amanhã quando voltaremos a falar por meio deste anúncio e responder a quaisquer perguntas que você tenha. Você receberá uma folha de fato benefícios e questões com respostas para algumas perguntas que podem ter em sua mente. Por favor, reveja estes materiais.

Uma nota pessoal

O trabalho que vocês fizeram como parte da família THQ é imaginativo, criativo, artístico e altamente valorizada pelos nossos jogadores leais. Estamos orgulhosos do que temos conseguido, apesar resultado de hoje.

Tem sido o nosso privilégio de trabalhar ao lado da equipe THQ inteiro. Embora a empresa deixará de existir, estamos animado que a maioria dos nossos estúdios e jogos que continuarão sob nova administração. Nós esperávamos que toda a empresa ficaria intacta, esperamos ouvir boas notícias de cada uma das entidades separadas que serão operacionais como parte de novas organizações.

Para os funcionários da THQ que fazem parte de empresas que não estão incluídas na venda, estamos confiantes de que o talento que têm apresentado como parte da THQ será reconhecido para você dar os próximos passos em sua carreira.

Obrigado a todos por sua dedicação e por compartilhar seu talento com a equipe THQ. Desejamos-lhe a melhor sorte e espero que você mantenha contato.

Atenciosamente,

Brian Farrell
Chief Executive Officer

Jason Rubin
Presidente

Perfil da THQ

20121223-201151.jpg

Sediada na Califórnia, em Agoura Hills, a Toy Headquarters (THQ Inc.) foi fundada em 1989 e possuia cerca de 1.600 funcionários.

A empresa produziu jogos para os principais consoles do mercado, além de jogos para consoles portáteis, celulares e computador.

Além disso, a THQ desenvolveu jogos para dei ersoa gêneros, como puzzles, RPG, simulação, ação, esportes, estratégia e tiro. Criou, licenciou e adquiriu um grupo de marcas altamente reconhecidas no mercado de games.

A THQ era composta por pelo menos 16 estúdios:

Blue Tongue Entertainment
Concrete Games
Cranky Pants Games
Heavy Iron Studios
Helixe Games
Incinerator Studios
Juice Games
Kaos Studios
Locomotive Games
Mass Media
Paradigm Entertainment
Rainbow Studios
Relic Entertainment
THQ Studio Austrália
Vigil Games
Volition, Inc.

Os principais games lançados pela produtora são: UFC 3 Undisputed, Darkstalkers, saga WWE/WWF, Saints Row 2 e 3, Banjo- Kazooie: Gruty’s Revenge, série Power Rangers, Cars, Os Incríveis e série Sonic Advance (sub licenciada pela Sega).

Atari pede falência nos Estados Unidos; Infogrames será separada

Nesta segunda-feira, a tradicional empresa e pioneira no mercado de videogames Atari recorreu ao tribunal de falência dos Estados Unidos. A companhia é popular aqui no Brasil devido aos sucessos como o console Atari 2600 e os jogos Enduro, River Raid (da Activision), Asteroids e Pong.

Atari se popularizou no Brasil devido ao console Atari 2600. Foto: Creative Commons
Atari se popularizou no Brasil devido ao console Atari 2600. Foto: Wikimedia Commons

 

O objetivo do pedido de falência é separar a empresa norte-americana da holding francesa, Infogrames, para fortalecer a divisão de plataformas móveis e digitais. Ou seja, a Infogrames está dando prejuízo ou gerando resultados abaixo do esperado por anos, com isso, prejudicando as operações do braço norte-americano da Atari.

ASSISTA AS LOGOS ANIMADAS DA ATARI E DA INFOGRAMES:

 

No comunicado divulgado na internet, a empresa pede US$ 5, 25 milhões para financiar as atividades da empresa e bancar o lançamento de mais jogos.

Para se ter uma ideia, o relatório fiscal dos últimos dois anos, a Atari teve lucro de US$ 15 milhões.

A Atari foi fundada há 31 anos, em junho de 1972, por Nolan Bushnell e Ted Dabney. A companhia foi uma das mais inovadoras no mercado de games, sendo levantada como a responsável pelo desenvolvimento do mercado de videogames.

Fundo de investimento compra parte da publisher de GTA, a Take Two

 

Kenneth Griffin dono do fundo de investimento Citadel investe mais dinheiro na T2. GTA V promete muito lucro. (Foto: Reprodução)
Kenneth Griffin dono do fundo de investimento Citadel investe mais dinheiro na T2. GTA V promete muito lucro. (Foto: Reprodução)

Interessado no sucesso do Grand Theft Auto V, que deve ser lançado no começo do ano para Xbox 360 e PlayStation 3, o fundo de investimento Citadel Investiment Group, que pertence ao bilionário Ken Griffin comprou mais uma parte das ações (2,5 milhões de ações) da Take Two Interactive (T2) e agora o fundo tem 6% da companhia que co-produz a série Grand Theft Auto (GTA) com a Rockstar Games.

Ou seja, ele comprou mais ações da empresa para lá na frente pós-lançamento do GTA V colher os louros, ou melhor, o dinheiro que a franquia deve render. Pois é um dos jogos mais aguardados do ano.

De acordo com a SEC nos EUA, que é como a CVM no Brasil (Comissão de Valores Imobiliários) – instituições que fiscalizam e controlam o mercado de ações – no dia 28 de dezembro Griffin passou a deter 5,5 milhões de ações da T2, contra 3 milhões de lotes de ações em outubro de 2012.

Carl Icahn, outro investidor da Take 2 ainda tem mais ações que o Ken. Todos querem lucrar em cima de GTA. (Foto: Reprodução)
Carl Icahn, outro investidor da Take 2 ainda tem mais ações que o Ken. Todos querem lucrar em cima de GTA. (Foto: Reprodução)

Em média cada ação da companhia vale 12 dólares, segundo a bolsa de valores de tecnologia Nasdaq. É dinheiro pra caramba. O fundo justificou a compra alegando que há outras empresas interessadas na T2.

Griffin não foi o primeiro executivo-investidor que ficou de olho na produtora. Um outro bilionário, chamado Carl Icahn, divulgou em novembro que tinha 8,7 milhões de ações na produtora.

Tudo isso em nome da grana

De tudo isso você pensa, o mercado de games é uma coisa séria e os grandes investidores estão de olho nas vacas gordas. Grand Theft Auto 5 é considerado o projeto mais ambicioso da Rockstar Games.

O jogo promete um mundo mais aberto, que permitirá infinitas possibilidades, como andar de carro, de helicóptero, moto, novas e ousadas missões e outras surpresas que a produtora guarda a sete chaves.

Além disso, os gráficos estão consideravelmente melhores que o seu antecessor GTA IV, as fotos divulgadas a conta-gotas pela Rockstar mostram isso e deixam os gamers cada vez mais ansiosos pelo lançamento do jogo. Segundo analistas consultados pela Gamespot, há uma projeção de que o game venderá 25 milhões de cópias ou mais no 1 primeiro ano de lançamento.

Mais imagens divulgadas pela Rockstar

No final de 2012, a Rockstar divulgou mais imagens do GTA V que deve sair no começo deste ano. Veja logo abaixo e confira como ficaram os gráficos de um jogos mais esperados do ano.

 

 

Sony para de distribuir PlayStation 2 no Japão

Era 04 de março de 2000. Nascia um sucessor de peso para o PlayStation (ou PSOne) que já tinha vendido mais de 102 milhões de consoles, o PlayStation 2 ou PS2 . Pois, no fim deste ano, a Sony anunciou seus distribuidores e comerciantes japoneses que o PS2 não seria mais distribuído  As informações são da Famitsu.

 

"Como o leitor de Cd/Dvd consegue rodar na vertical?"
PS2 teve três versões. Esta foi a primeira, lançada em março de 2000. Foto: Divulgação/Sony

A companhia japonesa ainda não definiu quando o console será retirado de circulação no resto do mundo. Porém, isto mostra na ‘rumorlândia’ que seria mais uma evidência da chegada do PlayStation 4 em 2013. Segundo o site japonês da Sony, o console recebeu novos jogos no Japão até o final de 2011.

Detalhe: nesta mesma época o PS2 atingiu o mesmo volume de vendas do portátil recém-lançado PlayStation Vita. Quase 13 anos depois, o PlayStation 2 vendeu mais de 150 milhões de unidades ao redor do mundo.

 

Assassin´s Creed III vende 7 milhões de cópias em um mês; No Brasil, recorde é de 200 mil

Assassin’s Creed III é o jogo mais vendido no menor espaço de tempo na história da empresa, com um total de 7 milhões de cópias comercializadas em todo o mundo apenas um mês após seu lançamento. Informa a produtora francesa Ubisoft.

Em missões singleplayer, os jogadores já acumularam mais de 82 séculos em tempo de jogo e afundaram mais de 230 milhões de navios. Os números também impressionam no modo multiplayer, onde já foram iniciadas mais de 5 bilhões de sessões. Veja mais informações no gráfico.

ac3recordes

“A receptividade do público para Assassin’s Creed III tem sido excepcional e esse sucesso já coloca o jogo entre os mais vendidos do final de ano de 2012”, disse Tony Key, vice-presidente de vendas e marketing da Ubisoft. “Sabíamos que tínhamos algo especial nas mãos quando Assassin’s Creed III foi lançado e estamos muito empolgados e orgulhosos de ver quantos fãs estão curtindo o mais novo episódio da franquia”, completa.

No Brasil, Assassin’s Creed III superou as expectativas e não precisou de mais de um mês para bater o recorde de vendas entre todos os jogos já lançados pela empresa no País. “Chegamos a 200 mil jogos vendidos em apenas 4 semanas. Com esse resultado incrível, Assassin’s Creed III já é nosso título mais vendido no Brasil.”, afirmou Bertrand Chaverot, diretor geral da Ubisoft no Brasil. “Ontem disponibilizamos o DLC com a dublagem em português do Brasil e, com isso, temos certeza que vamos atingir um publico ainda maior”, conclui Bertrand.

Sony alcança a marca de 70 milhões de PS3 vendidos

GAMES Este mês a Sony comemora o feito de vender 70 milhões de unidades de consoles PlayStation 3. O console que foi lançado em 2006, sucedendo o PlayStation 2 é considerado um dos consoles com melhor desempenho de processamento gráfico e velocidade entre todos os consoles desta e da nova geração – levando em conta as configurações divulgadas do WiiU.

Para comemorar a marca, a Sony promove um concurso cultural na fanpage com premiação em jogos na página do PlayStation Brasil no Facebook. O número de fãs teve um crescimento expressivo no mês de outubro, quando foram registradas mais de 300 mil “curtidas”. Esta expansão é resultado de uma série de ações desenvolvidas pela Sony, incluindo o concurso God of Voice, redução de preços para games e lançamento de títulos com áudio ou legendas em português.

Além disso, a empresa conseguiu outro feito, vender 15 milhões de unidades do controle por movimentos PS Move, que foi lançado para barrar a concorrência do Nintendo Wii, que foi a pioneira no formado de controles por movimento e do Kinect para Xbox 360 e PC, da Microsoft.

%d blogueiros gostam disto: