Capa >> Arquivos de Tag: Sony

Arquivos de Tag: Sony

Há 20 anos, o Sega Saturn era lançado no Japão

Sega Saturn, o console de 32 bits da Sega, rival do PlayStation, da Sony, completa 20 anos neste domingo. A primeira idéia começou entre 1992 e 1993, quando a Sega estava decepcionada com os resultados do Mega Drive/Genesis, diante do Super Nintendo, da Nintendo na Batalha dos 16-Bits. Mesmo com a criação dos periféricos Mega CD/Sega CD, o console não conseguiu fazer frente ao SNES.

IMG_5049.JPG

Então, a Sega começou a pensar no sucesso dos seus jogos dos arcades Sega Model 1 que tinha grande capacidade de processamento, perto dos 32-Bit e criava gráficos em 3D. Virtua Fighter, Daytona USA, Virtua Racing conquistou vários fãs. Essa vantagem poderia ser o ponto de partida inicial do que foi apresentado em 1994.

IMG_5047.JPG

IMG_5052.JPG

Durante a Tokio Game Show, o Projeto Saturn foi anunciado. Depois o console teria o mesmo nome. O CPU foi desenvolvido a partir de uma parceria com a Hitachi. Assim nasceu o SuperH RISC Engine, o SH-2, que na visão dos executivos da Sega era barato e eficiente. Porém, após o seu lançamento, o console não teve vida fácil.

IMG_5050.JPG

Pois, de um lado tinha a Sony, com seu primeiro videogame do mercado, o PlayStation e a Nintendo, que lançou em 1996 o Nintendo 64, que conseguiu arrebatar vários jogadores com seu poder extremo de processamento de gráficos e jogos que venderam que nem água.

IMG_5044.JPG

No fim, em novembro de 1998, quando foi descontinuado nos EUA, o Sega Saturn chegou a marca de 9,5 milhões de consoles vendidos no mundo. A última pá de cal foi dois anos depois. Ele foi descontinuado no Japão, em novembro de 2000, há 14 anos… O tempo voa!

IMG_5046.JPG

IMG_5048.JPG

[Análise] Brasil Game Show cresceu e precisa de ajustes

A Brasil Game Show 2014 acabou. Desde que a feira começou a ser organizada em São Paulo, em 2012, o evento se consolidou como uma das maiores feiras de games do mundo e isso reforça como o mercado brasileiro do setor de jogos eletrônicos está aquecido e maduro. Tem público, demanda e muitas oportunidades para todas as partes.

Desde aquele que quer conhecer um jogo novo, como aquele profissional que está iniciando sua companhia de games, distribuidores, fanáticos por games, cosplayers que travestem personagens dos seus jogos favoritos. Aqui no NoReset pontuo algumas observações sobre a edição 2014 – a força da BGS, as filas os youtubers e os indies.

O ‘pavilhão de fila’ no Expo Center Norte foi usado para organizar a entrada dos visitantes. Fila era a coisa mais comum na BGS 2014. Os estandes gigantes ficaram pequenos e as estações de jogos não deram conta de tanta demanda. Como por exemplo, quem quisesse experimentar os óculus de realidade virtual em vários estandes que tinham o Oculus Rift ou jogar o Mortal Kombat X, no estande da Warner Games, o gamer esperou cerca de 5 horas para poder experimentar o jogo por alguns minutos.

2014-10-11 16.30.12

Uma boa parte de um pavilhão da Expo Center Norte foi separado para organização dos torneios da Brasil Game Cup, que foi mais uma das novidades da feira, com o campeonato de Dota, valendo taça e prêmio de 60 mil reais. No entanto, apesar da iniciativa bacana, a sensação é de que o BGC ficou isolado diante de tanta movimentação nos outros pavilhões das produtoras.

A força da BGS

2014-10-11 14.41.33
Os estandes da BGS estavam grandes, coloridos, robustos, todos com eventos programados e muitos jogos para serem testados e comprados. Os grandes players, as first parties estiveram presentes como a Sony e a Microsoft. A grande baixa foi a Nintendo que ainda aparentemente não se mostrou interessada no mercado brasileiro. Isso a parte, as grandes produtoras e desenvolvedoras como Konami, Capcom, Ubisoft, EA, Warner e Activision (sem a Blizzard) marcaram suas posições.

2014-10-11 16.44.03-1

Claro, sem contar que mesmo simples, a área Evolução do Videogame mostrou presença e os visitantes foram afoitos tirar fotos e chegaram até lá por curiosidade para conhecer como o videogame chegou aos patamares atuais. Lá ainda era possível jogar clássicos do Arcade, como a série The King of Fighters (SNK), Super Siderkicks 3 (SNK) e entre outros games que formam uma verdadeira viagem ao passado.

O evento tornou-se a referência no mercado latino-americano de games e principalmente para o mercado brasileiro. De cerca de 4 mil pessoas na primeira edição, ainda na então Rio Game Show, depois virando BGS, e saltando para 30 mil pessoas e chegando a São Paulo, contando com pelo menos 250 mil visitantes na edição deste ano, segundo as estimativas da organização do evento. Como todo grande evento, sempre ajustes serão feitos, mas a BGS sem dúvidas é uma grande vitrine do setor.

2014-10-11 16.48.28

Muitas filas e poucas estações de jogos

O ‘pavilhão de fila’ no Expo Center Norte foi usado para organizar a entrada dos visitantes. Fila era a coisa mais comum na BGS 2014. Os estandes gigantes ficaram pequenos e as estações de jogos não deram conta de tanta demanda. Como por exemplo, quem quisesse experimentar os óculus de realidade virtual em vários estandes que tinham o Oculus Rift ou jogar o Mortal Kombat X, no estande da Warner Games, o gamer esperou cerca de 5 horas para poder experimentar o jogo por alguns minutos.

2014-10-11 15.26.37

Uma boa parte de um pavilhão da Expo Center Norte foi separado para organização dos torneios da Brasil Game Cup, que foi mais uma das novidades da feira, com o campeonato de Dota, valendo taça e prêmio de 60 mil reais. No entanto, apesar da iniciativa bacana, a sensação é de que o BGC ficou isolado diante de tanta movimentação nos outros pavilhões das produtoras.

Youtubers causaram histeria e confusão na BGS

A feira recebe cada vez mais público, isso é muito bom. Mostra que a cultura dos games está presente no brasileiro, que gosta de videogame. Não há o que contestar. Porém, cabe ressaltar que a organização não contava com a forte presença dos youtubers e seus fãs que os acompanham na internet.

A organização pode pensar numa forma de trazer eles por alguns critérios – como engajamento e audiência. Ou até mesmo por meio de convites por meio dos expositores – entenda produtoras – para atrair mais publico. Mas, também é preciso apontar o abuso por parte destes youtubers, que não colaboraram com a organização, agiram de forma truculenta, infantil e irresponsável em alguns momentos, provocando pequenos tumultos, quase provocando grande tumulto num evento que já tinha muita gente.

O ápice da confusão foi um youtuber que agrediu um segurança dando um tapa na cara como se tivesse razão. Logo depois, ele foi expulso. A sala dedicada aos produtores de conteúdo web, como blogs, sites independentes e youtubers, foi vandalizada por alguns youtubers irresponsáveis. O local teve mesas e tomadas destruídas por alguns que estavam apenas brincando ao invés de acompanhar e cobrir a feira. A organização, com razão, lacrou a sala.

Indies marginalizados

2014-10-10 16.25.54

Já com os indies ficou uma frustração. Conversei com vários desenvolvedores que deram toda a atenção para mostrar o seu jogo, que não fica devendo em nada aos blockbusters da indústria de games.

Muitos desenvolvedores não tem uma estrutura adequada, com vários funcionários a disposição ou até mesmo um estúdio próprio. Tudo é feito a distância. A estrutura das empresas variou muito. Têm empresas indies compostas por 2 funcionários – onde um era o art designer e programador e o outro era o programador e comercial ao mesmo tempo – e tinham também alguns desenvolvedores com uma boa sobrevida, com quatro anos de atividade no mercado, mostrando que ainda há uma luz no fim do túnel.

2014-10-10 16.37.31

Mesmo assim, o que se pode perceber é que a organização poderia ter um cuidado a mais com os indies, que reclamaram do preço alto de uma pequena área do estande – um me disse que pagou até 4 mil reais pelo espaço médio de 2 metros quadrados – e da localização. Se sentiram marginalizados diante de gigantes como Microsoft, Sony, Konami, Ubisoft e Activision. Uma disputa desleal.

Eles apontaram que a feira ajuda na visibilidade. Os visitantes chegaram até eles, mas mesmo assim o visitante teria que se esforçar bem para achar a área dos indies. A organização poderia pensar numa forma de juntar os indies em um espaço para mostrar os produtos, reduzindo o valor ou até mesmo isentando os indies para que eles possam mostrar os trabalhos e ao mesmo tempo impulsionar o desenvolvimento deles, trazendo por consequência mais visitantes e investidores para a feira e para as empresas indies de jogos. Uma mão lava a outra.

brasilgameshow_

Entre os desenvolvedores indies, muitos afirmaram que seus colegas de outras empresas preferiram optar por outros eventos como o X5 Mega Arena, que aconteceu em setembro porque os indies não precisaram pagar para expor seus jogos. Foi importante a presença dos indies na BGS? Foi. Mas, agora é necessário repensar a acomodação deles para que todos os lados saiam ganhando – visitantes, desenvolvedores e organização.

Futuro

Agora o momento é balancear os vários pontos positivos e negativos que precisam ser aprimorados e melhorados, para fazer uma edição 2015 melhor do que está edição que já passou e ainda assim foi bem sucedida.

Caso a feira continue tomando grandes proporções de público, talvez a organização já tenha que começar a pensar no Centro de Convenções do Anhembi – o maior da cidade de São Paulo -, para ser a sede das futuras edições da BGS. Afinal, os videogames são uma paixão sem limites, não é mesmo?

E3 2014: Assista a conferência da Sony (PlayStation)

Assista a conferência da Sony, em inglês, na E3 2014, que aconteceu no dia 09 de junho.
Duração: 2:13:32

—–

E3 2014 | Saiba o que aconteceu até agora nas conferências.

MICROSOFT – http://bit.ly/1ihOVRZ
ELECTRONIC ARTS (EA) – http://bit.ly/1l26KEa
UBISOFT – http://bit.ly/1l26Trg
SONY – http://bit.ly/1obheJC
NINTENDO – http://bit.ly/1oRVnD0

 

 

E3 2014: Sony anuncia Uncharted 4, Mortal Kombat X e PlayStation TV

E3 2014 | Saiba o que aconteceu  nas conferências. 
MICROSOFT – http://bit.ly/1ihOVRZ
ELECTRONIC ARTS (EA) – http://bit.ly/1l26KEa
UBISOFT – http://bit.ly/1l26Trg
SONY – http://bit.ly/1obheJC
NINTENDO – http://bit.ly/1oRVnD0

——-
20140610-092957.jpg
Após quase duas horas de conferência, a Sony anunciou uma enxurrada de novidades durante a sua conferência na E3 2014. A primeira novidade anunciada foi o lançamento do acesso beta tester do game Destiny, um forte candidado a concorrente de Halo, da Microsoft. Dia 17 de julho, os jogadores donos de PS4 poderão baixar a versão demo e testar o jogo.Mas, antes, a partir do dia 12 o gamer já pode fazer o seu cadastro.

20140610-093038.jpg

No dia 9 setembro, será lançado o PlayStation 4 Destiny Bundle, o console com o tema do jogo para Playstation 4.  Logo em seguida, foi apresentado mais um trecho do jogo The Order, 1886, que na E3 do ano passado foi apresentado apenas um trailer. O jogo promete ser sombrio e com um ambiente tenso. No vídeo apresentado,  o personagem aparece andando em corredores escuros e no meio disso, começa um combate com um monstro.

Depois, entra o game abstrato e artístico, Entwined, onde o jogador se passa por um pássaro colorido, que tem que coletar itens do cenário durante o voo. Quando se joga com um amigo ou parceiro e une os seres voadores eles se transformam em um dragão. O jogo já está disponível na PlayStation Store por US$ 9,99 para PS3, PS4 e PSV.

O DLC do Infamous Second Son, o First Light, apareceu rapidamente. Só quem tiver o jogo poderá ganhar essa versão nova da série. Sendo assim, o pacote de novidades seguiu com o lançamento de LittleBigPlanet 3 para PS4, onde os jogadores podem compartilhar fases e personagens. Os produtores do jogo comemoram o volume de fases e jogadores que já conquistaram por meio do Sack Boy.

Logo depois veio um novo trailer de Dead Island 2, mas, no entanto, o game ainda está em desenvolvimento. Ou seja, só foi para passar vontade. O PlayStation 3 e o PlayStation 4 vão ganhar finalmente uma versão de Diablo III: Reaper of Souls Ultimate Evil Edition. Esta versão ganha um calabouço com os inimigos do The Last of Us, sendo assim, conteúdo exclusivo para o PS4.

No volume de novidades, foi anunciado que Far Cry 4 (Ubisoft) terá um modo onde os amigos poderão jogar na rede mesmo se a maior parte deles não tem o jogo. Os detalhes não foram revelados.

A Sony reforça sua parceria com a Disney e anuncia personagens Marvel para o game Disney Infinity, como Os Vingadores.

Entrando no mundo dos parceiros indies, a Sony foi ampla, anunciou Magicka 2, Grim Fandango, que será remasterizado pelo estúdio Double Fine, de Tim Schaffer, com uma mão da Disney, terá versões para PS4 e PSV; Let it Die, que parece ser um jogo bem violento, onde o jogador deve usar várias formas de matar o adversário; Abzû, mais uma criação promissora dos criadores de Journey, que será exclusivo para o PS4, mas ainda não tem data de lançamento.

Um dos jogos mais aguardados pela própria Sony No Man’s Sky dá as caras. O game tem o objetivo de descobrir novos planetas, especies de animais e compartilhar tudo que você faz nas suas explorações espaciais na internet. O título cria um universo imenso, com planetas.

20140610-094106.jpg

Durante a conferência, Andrew House, presidente e CEO do grupo Sony Computer Entertainment Inc, elogiou muito os dispositivos PlayStation Eye e o seu desempenho nas vendas do PS4 afirmando que ‘surpreendeu as expectativas’. Por isso, na E3 deste ano os jogadores poderão finalmente testar o Project Morpheus, que tem tudo para ser o ‘Oculus Rift do PlayStation’.

A Sony destacou que 94% dos consoles vendidos em todo mundo estão conectados e que sempre o PlayStation terá jogos grátis, ou seja, free to play. Serão 25 jogos na faixa até o fim do ano.

Além disso, os jogadores donos de PS4, PS3 e PSV no Canadá e Estados Unidos poderão testar o serviço de streaming de games PlayStation Now a partir do dia 31 de julho. O serviço também estará disponível em televisores Sony compatíveis e elegíveis para o sistema.

20140610-093102.jpg

Basta o dono da TV ter um Dual Shock 3 para poder conectar e jogar na extensa biblioteca de games que o serviço deve ter com todas as gerações do PlayStation.

Outra novidade que puxou a Now foi o lançamento do device PlayStation TV, que é um acessório que roda games de PS3, PSV, por meio do PS Now, filmes, Netflix e música por US$ 99.

20140610-093227.jpg

20140610-093205.jpg

20140610-093144.jpg

Um bundle para o PSTV deve dar o direito ao acesso para mais de mil jogos e vira com um controle Dual Shock 3, cartão 8 GB e um cupom para o Lego Movie custando 139 dólares. Não foi anunciado para quais mercados e quando o novo device vai sair. O YouTube estará mais conectado ao PS4, um aplicativo desenvolvido para o console proporcionará ao jogador  a chance de compartilhar os jogos de forma automática. O recurso será lançado até o fim do ano em uma atualização.

Mortal Kombat X foi apresentado e mostrou que pode ser mais sombrio e violento, com gráficos mais fluídos e ambiente aterrorizador, como em outros jogos da série. Falando em Mortal Kombat, fala-se em Warner, falando em Warner Bros, Batman dá as caras. Batman: Arkham Knight vem com tudo, em um ambiente livre, onde o jogador pode andar livremente por Gotham City a pé, voando ou pelo seu Batmóvel. Neste jogo dá para perceber como a capacidade gráfica do PS4 é bem explorada e impressiona pela luz, textura e modelagem de ambiente e personagem.

A grande parceria com a Konami também foi lembrada. Um trailer de Metal Gear Solid V: The Phanton Pain foi mostrado ao público como se fosse um filme. Lembrando que neste jogo, o ator de 24 Horas (Fox) interpreta o Big Boss no game.

GTA V não ficará de fora do PS4 e terá uma versão remasterizada, que também promete explorar bastante o console.Falando em remasterizado, The Last of Us também ganha uma versão para o PS4 e será lançado em 29 de julho, com o mesmo conteúdo do PS3, mais o extra Left Behind.

Na parte de conteúdo, a Sony anunciou a produção do primeiro seriado para o console, feito em parceria com a Sony Pictures Television Entertainment, que é responsável por Hannibal e Breaking Bad. Powers, que é uma HQ escrita por Brian Michael Bendis e desenhada por Michael Avon Oeming. O primeiro episódio sai em dezembro e será de graça para os jogadores nos Estados Unidos.

No final da longa conferência cheia de novidades, o último jogo apresentado da noite foi Uncharted 4: A Thief´s End, que foi rodado em alta qualidade no PlayStation 4. No entanto, o jogo não tem data de lançamento.

The Last of Us Remasterizado entra em pré-venda

O jogo mais premiado da E3 2012 volta ao PlayStation 4. The Last of Us Remasterizado já está em pré-venda nos principais varejistas do país. Localizado em português, com áudio e legendas, e estará disponível nos principais varejistas.

Em alguns revendedores (Fnac.com, Walmart.com, Ricardo Eletro.com, Extra.com, Casas Bahia.com, Ponto Frio.com, Livraria Cultura.com, Saraiva.com) haverá conteúdos especiais de pré-venda, como aumento da velocidade de crafting, aumento da velocidade de cicatrização/cura, melhora na velocidade de recarregar a 9mm, melhora na capacidade do clipe do rifle, dois skins para Joel e Ellie (desbloqueados depois de finalizar o modo single player) e bônus XP para multiplayer.

O jogo também conta a expansão single player Left Behind, os oito mapas multiplayer Abandoned e Reclaimed Territories e comentários do elenco e diretor criativo do jogo.

O jogo tem preço sugerido de R$179,00. O lançamento será divulgado em breve.

E3 2014: Veja o dia das conferências; Vaza suposta lista de jogos

E3 2014 | Saiba o que aconteceu até agora nas conferências.

MICROSOFT – http://bit.ly/1ihOVRZ
ELECTRONIC ARTS (EA) – http://bit.ly/1l26KEa
UBISOFT – http://bit.ly/1l26Trg
SONY – http://bit.ly/1obheJC
NINTENDO – http://bit.ly/1oRVnD0

—–

Estamos chegando na metade de 2014 e ela, a E3, também vem com boas novidades. A primeira briga da nova geração — PS4, Xone e Wii U. A Electronic Entertainmet Expo divulgou a agenda de conferências dos principais jogadores deste mercado.

Confira as datas e não perca da tartaruga. Todos os horários estão no horário de Brasília:

DIA 09 DE JUNHO 

microsoft_agendae32014

Microsoft – 13h30

 

electronicarts_agendae32014

Electronic Arts – 16h

ubisoft_agendae32014

Ubisoft – 19h

sony_agendae32014

Sony – 22h

 

 DIA 10 DE JUNHO 

nintendo_agendae32014

Nintendo – 13h

sony_agendae32014

Sony Latin America – 23h

 

VERDADE OU MITO?: VAZA LISTA DE JOGOS DA E3 2014 

nelsonrubense3
Ok, okeeeeeeeei! Veeeeeeeejaaaaaaa!

E não é só isso! O site NeoGaf vazou um suposto documento da E3 que ‘adianta’ algumas novidades da feira de games deste ano. No papel que foi mal e porcamente fotografado há novidades da Sony, Microsoft e Nintendo. Ninguém sabe as origens ou a origem desta imagem, por isso não se deve tomar como verdade absoluta. Mas, sim é um grande instrumento de especulação para alimentar os ânimos da feira deste ano.

Confira a lista de jogos que podem aparecer (ou não) entre as principais fabricantes de games. Se não entender, está escrito mais embaixo:

fotovazadaE32014

MICROSOFT

CONFERÊNCIA
Beyond Good & Evil 2
Call of Duty: Advanced Warfare
DLC de Titanfall
Fable Legends
Forza Horizon 2
Gears of War 4
Halo 5 — demo técnica
Star Wars: Battlefront III
Trailer do DirectX 12
Quantum Break

ESTANDE
Dragon Age: Inquisition
EA Sports UFC
Fable Legends
FIFA 15
Forza Horizon 2
Killer Instinct
Madden NFL 15
Middle-Earth: Shadow of Mordor
NHL 15
Project Spark
Sunset Overdrive
Quantum Break

SONY

CONFERÊNCIA
Destiny
DriveClub – Trailer
God of War 4 – CGI
Jogos Índies para PS4, PS3 e PSV – Trailer
The Order: 1886
Uncharted 4: The Sunken Blade — demonstração técnica
Watch Dogs

ESTANDE
Alien: Isolation (PS3/PS4)
Batman: Arkham Knight
Destiny
Disgaea 4 (PSV)
DriveClub
EverQuest Next
Hatsune Miku – Project DIVA – F 2nd (Vita)
The Order: 1886
Ultra Street Fighter IV (PS3)
Watch Dogs

NINTENDO

CONFERÊNCIA
Não informado

ESTANDE
Bayonetta 2
Castlevania: Symphony of the Night 2 (3DS)
Hyrule Warriors
Mario Kart 8
Monster Hunter 4: Ultimate
Pokkén Fighters (Wii U)
Sonic Boom
Super Smash Bros U
Super Smash Bros 3D
Theatrhythm Final Fantasy: Curtain Call
The Legend of Zelda: Shard of Nightmare
Xenogears: Origins

São Paulo terá evento de inFamous: Second Son

A Sony organizará uma ação exclusiva de inFamous: Second Son (PS3) para quem estiver passando pela loja, nos dias 28 e 29 de março, os fãs que forem até a FNAC da Avenida Paulista em São Paulo poderão participar de uma ação exclusiva, inspirada nos superpoderes do personagem Delsin Rowe.  O game já atingiu a marca de 1 milhão de unidades vendidas na pré-venda.

O visitante poderá entrar numa cabine de light painting para criar um efeito visual, podendo compartilhar na mesma hora a image pelas redes sociais Instragram e Facebook. Além disso, quem comprar o jogo e apresentar o cupom fiscal, o fã poderá levar para casa um bastão de luz neon, um pôster do jogo e um pin exclusivo. E claro, a loja terá três estações do game pela loja para testar o game e também pode tirar foto com o cosplay do protagonista do jogo, Delsin.

O evento será na Fnac da avenida Paulista, número 901, na Bela Vista, em São Paulo. Na sexta-feira, 28, será das 12h às 22h e no sábado, 29, será das 10h às 22h.

Sobre inFamous: Second Son

infamouscapa

Sete anos após a morte de Cole, chegou a hora de conhecer uma nova história e descobrir o que Delsin é capaz de fazer. Com uma nova linha narrativa Infamous: Second Son, exclusivo para Playstation 4,  com áudio e legenda em Português Brasileiro. O lançamento traz algumas novidades como o uso de múltiplos poderes como fumaça, neon e outros adquiridos ao longo do jogo.

As decisões tomadas pelo jogador irão impactar trazendo consequências para a história e gameplay, em um ambiente realista que retrata Seattle com diferentes condições climáticas e pontos turísticos garantindo exploração no cenário de mundo aberto.

O desenvolvimento do jogo foi realizado com captura de imagens 3D de movimentos faciais para dar maior realismo e emoção aos personagens, além de contar com o uso intuitivo do controle Dualshock 4 para permitir um gameplay mais imersivo. Melhorias para os analógicos entregam maior precisão e capacidade de resposta, enquanto a integração do touch pad cria novas possibilidades de jogo. O preço sugerido é de R$ 179,00

De olho no Netflix, Sony quer série de TV no PlayStation 4

A Sony vai produzir conteúdo para o PlayStation 4 por meio da sua divisão de televisão, Sony Pictures Television, preparando um seriado original, para os jogadores e usuários da PlayStation Network norte-americana (PSN). Além disso, a Sony está planejando um serviço de TV por assinatura.

O seriado exclusivo seria a mesma estratégia utilizada pelo serviço Netflix, que produziu House of Cards para os seus assinantes.

Segundo informações do Wall Street Journal,  os executivos afirmam que cada episódio terá uma hora de duração e será baseada na revista em quadrinhos Powers, que é publicada pela Marvel. É a história de dois investigadores que trabalham em casos que envolvem pessoas que têm poderes.

Sony quer distribuir conteúdo de outras empresas de sua corporação no PS4. Foto: Divulgação.
Sony quer distribuir conteúdo de outras empresas de sua corporação no PS4. Foto: Divulgação.

A estratégia da Sony visa reforçar que o PlayStation 4 não é apenas um videogame, e sim, uma central de entretenimento e midia. Com isso, o PS4 pode ser um dispositivo que distribui conteúdo pelas outras empresas da Sony Corp, como Sony Music, Sony Pictures, Sony Television, etc…

PSN pode ser um forte rival do Netflix

telanetflix

Não é a toa que a Sony vê uma fábrica de dinheiro ao transformar o PS4 num retransmissor e gerador de conteúdos. Em dezembro do ano passo, a rede do console PlayStation Network possuia mais de 30 milhões de videogames conectados. Já o serviço Netflix conta com mais de 32 milhões de assinates apenas nos Estados Unidos.

Xbox One: Halo do Spielberg

spielbergstevenhalologo

A Microsoft já tinha saído na frente durante o lançamento do Xbox One, em junho do ano passado, quando anunciou o que o cineasta Steven Spielberg (de ET, Jurassic Park e A Lista de Schindler) vai assinar a direção de uma série baseada no jogo Halo, que será transmitido apenas para quem tem o console da nova geração. O diretor da divisão Xbox Entertainment Studios, Nancy Tellem, disse em dezembro à revista Variety que Halo e Quantum Break devem chegar aos consoles até o meio de 2014.

Infamous: Second Son chega ao Brasil dia 21

Sete anos após a morte de Cole, chegou a hora de conhecer uma nova história e descobrir o que Delsin é capaz de fazer. Com uma nova linha narrativa Infamous: Second Son, exclusivo para Playstation 4, chega ao Brasil em 21 de março, com áudio e legenda em Português Brasileiro.

O lançamento traz algumas novidades como o uso de múltiplos poderes como fumaça, neon e outros adquiridos ao longo do jogo.

As decisões tomadas pelo jogador irão impactar trazendo consequências para a história e gameplay, em um ambiente realista que retrata Seattle com diferentes condições climáticas e pontos turísticos garantindo exploração no cenário de mundo aberto.

infamous_second_son_screenshot_1

 

O desenvolvimento do jogo foi realizado com captura de imagens 3D de movimentos faciais para dar maior realismo e emoção aos personagens, além de contar com o uso intuitivo do controle Dualshock 4 para permitir um gameplay mais imersivo.

Melhorias para os analógicos entregam maior precisão e capacidade de resposta, enquanto a integração do touch pad cria novas possibilidades de jogo. O preço sugerido é de R$ 179,00

 

 

Jack Tretton deixa a Sony Computer Entertainment America

Após 19 anos e vários PlayStation, o famoso Jack Tretton deixará seus cargos de Presidente e CEO da Sony Computer Entertainment America (SCEA) a partir do dia 31 de março de 2014. A Sony e o executivo acertaram a não renovação de contrato.

A partir do 1º dia de abril, quem ficará no lugar de Tretton, que estava na Sony Corporation desde 1995, quando ajudou a fundar a SCEA, é Shawn Layden, que atualmente é o  Vice-Presidente Executivo e COO da Sony Network Entertainment International.

Tretton é um dos membros fundadores da equipe executiva da SCEA e desempenhou o papel principal no lançamento das plataformas PlayStation na América do Norte, como PlayStation, PlayStation 2, PlayStation Portable (PSP), PlayStation 3, PlayStation Network (PSN) e PlayStation Vita (PSV) e por fim, liderou o lançamento do PlayStation 4.

Ele foi responsável por popularizar rapidamente o PS4 na América do Norte vendendo 1 milhão de unidades nas primeiras 24 horas de lançamento. Cravou a marca de 50 milhões de unidades vendidas do PlayStation 2 e expandiu de forma agressiva os negócios da divisão PlayStation no Canadá e América Latina.

“Apesar de que sentirei muitas saudades da talentosa equipe da SCEA e da paixão demonstrada todos os dias pelos nossos fãs, estou muito animado por começar o próximo capítulo da minha carreira. Quero agradecer aos funcionários, parceiros e clientes pelo incansável compromisso com a marca PlayStation e, é claro, aos nossos fãs que nos levaram a novos patamares de inovação e entretenimento ao longo das últimas duas décadas. Deixo a PlayStation em uma posição de considerável força e o futuro será ainda mais brilhante para a Nação PlayStation”, conta Tretton.

Shawn Layden

shawn_sceadiv

Atuando 15 anos na divisão PlayStation, Layden foi um dos membros fundadores da Sony Network Entertainment International (SNEI) em 2010, unindo-se à empresa diretamente da Sony Computer Entertainment. Recentemente ele ocupou o cargo de presidente da Sony Computer Entertainment Japan (SCE). Layden trabalhou oito anos na SCE Worldwide Studios em Londres, onde ele dirigiu o desenvolvimento internacional de software. Ele tem um profundo conhecimento na indústria de jogos e com isso a Sony espera que ele mantenha a divisão na liderança da inovação no setor.

 “É uma honra e um privilégio unir-me à Sony Computer Entertainment America e fazer parte de uma equipe que está liderando a próxima geração de jogos e entretenimento”, disse Layden. “A SCEA é comprometida a fornecer experiências de jogos de ponta que inspirem os fãs e excedam suas maiores expectativas. Como o PS4™ nos mostra todos os dias, nunca houve um momento melhor para fazer parte da comunidade do PlayStation e estou ansioso para trabalhar com nossos parceiros do varejo, de desenvolvimento, publicação e de rede para demonstrar ainda mais por que o PlayStation é o melhor lugar para jogar”, completa o novo CEO da SCEA.

 

%d blogueiros gostam disto: